Fiscal de Salão

e sua Importância na Prevenção de Perdas do Comércio

O FISCAL DE SALÃO é o profissional certo para auxiliar você, comerciante, nessa complexa missão de monitoramento, fiscalização de pessoas com atitudes suspeitas para furtos e outros delitos que por ventura venham a ocorrer dentro do seu estabelecimento comercial.

Ele faz cumprir as regras estabelecidas pelo proprietário, dando uma maior sensação de tranquilidade para clientes dentro da loja, deixando os demais funcionários realizarem suas funções sem se preocupar com esse tipo de ocorrência tão rotineira dentro do comércio.

As perdas de mercadorias por furto, extravio ou quebra, sempre foram a maior preocupação para quem é dono de um comércio. Nenhum comerciante deseja que perdas desse tipo sejam os culpados por consumir uma parte, ou todo o seu valioso lucro, não é mesmo?

A partir do momento em que você não tem mais um lucro comprometido por perdas, a tendência é que seus resultados cresçam bastante.

Você poderá aproveitar os recursos que não estão sendo perdidos para reinvestir no próprio comércio, melhorando ainda mais e de forma significativa os rendimentos obtidos.

Demonstraremos abaixo as habilidades e características que o bom profissional “FISCAL DE SALÃO” deve ter para o perfeito desempenho da função:

Perfil

Atento: O profissional tem que se fazer presente. Acompanhar o andamento da loja desde o seu levantar de portas, até o seu fechamento, momentos de iminente perigo de assaltos para o comércio. E também nos momentos de maior fluxo de clientes.

Educado e Cortês: Auxiliar sempre os clientes e demais funcionários. Ao se mostrar disponível e acessível, este profissional tende a deter a confiança de quem está ao seu entorno.

Abordagem a Suspeitos

Momento e Forma: Em caso de ocorrência, um furto dentro da loja, a abordagem somente poderá ser realizada após a passagem do suspeito(a) pelo caixa. Ou seja, fora da loja, quando o elemento teve a oportunidade de pagar pelo produto e não o fez. Sempre em local discreto e em tom de voz sereno, a abordagem deverá ser sempre de maneira extremamente educada e mencionando que o suspeito(a) deva ter esquecido de passar determinada mercadoria pelo caixa.

ATENÇÃO… Em caso de Dúvida: A abordagem a suspeito(a) de furto dentro da loja, somente deverá ser feita com 100% de certeza do fato ocorrido. O mínimo de dúvida a missão deverá ser abortada, para evitar possíveis constrangimentos desnecessários.

Controle de Entrada e Saída de Mercadorias

Clientes: O controle da entrada e saída de mercadorias da loja é a principal missão deste profissional. Conferir com exatidão, mesmo que no olhar se todos os clientes se dirigem ao caixa para o pagamento depois de retirarem suas as mercadorias de gôndolas ou prateleiras da loja.  

Funcionários: Atentar diretamente a saída de mercadorias da loja para entregas. Conferir item por item da Nota de Entrega com as mercadorias que estão em poder do funcionário designado para a entrega.

Lixo: É de praxe e rotineiro a revista diária do lixo que sai de dentro da loja para coleta diária. O funcionário somente fará a entrega do lixo para a coleta, após a revista do Fiscal de Salão em todo o seu conteúdo.

Revista de Funcionários

O FISCAL DE SALÃO, exercendo o seu poder diretivo e fiscalizador, delegado pelo proprietário do comércio, pode proceder à revista de bolsas, sacolas e mochilas de seus funcionários, sendo vedada a revista  íntima das funcionárias. Conforme dispõe o artigo 373-A da CLT.

Nós podemos te ajudar a diminuir as perdas

Compartilhe!